50 fatos sobre educação sexual que não te ensinaram na escola.

HAHAHAHAH #meangirls
Eu confesso que algumas coisas foram novidade para mim. Até porque o que eu aprendi sobre sexo foi assim, na internet ou conversando com amigos mesmo. Se eu fosse depender da escola pra aprender sobre educação sexual não ia saber de bulhufas. Então, vamos ao post, hehe!

1. O uso da camisinha tem somente 98% de chances de ser eficaz se for usada corretamente.

2. Açúcar pode causar infecções na vagina. Isso significa que coisas com chocolate, mel, coisas doces em geral e lubrificantes com glicerina podem ser prejudiciais a saúde da sua pepeca.

3. Fazer sexo com uma pessoa que fez uso de coisas como bebidas alcoólicas e drogas é considerado como estupro na maioria dos estados nos EUA. Aos olhos da lei, drogas e álcool prejudicam a capacidade da pessoa consentir o sexo.

4. Sexo anal desprotegido é o ato sexual mais perigoso quando se trata de espalhar DST's (Doenças sexualmente transmissíveis).

5. Nem todo mundo chega ao orgasmo via sexo oral, algumas pessoas nem gostam de sexo oral. Não presuma que ela/ele gosta disso. Pergunte ao parceiro o que eles desejam.

6. Preservativos tem prazo de validade! Dê uma olhada na embalagem. Ah, guardar ele na carteira não é uma boa ideia. (veja o item 8).

7. Se alguém com uma pepeca faz sexo anal sem proteção, o sêmen pode escorrer até a vagina e com isso, correr o risco de uma gravidez. (As chances são poucas, mas reais.)

8. Não guarde camisinhas na carteira. A fricção e a exposição ao calor enquanto estão guardadas lá podem torná-las não tão eficazes. Guarde elas em algum lugar seco e fora do alcance da luz do sol.

9. Você deve fazer um teste para DST's a cada novo parceiro que tiver. Um teste anual não garante uma proteção suficiente se você tiver vários parceiros durante esse tempo.

10. Fazer sexo anal não vai alargar seu buraquinho a não ser que seu parceiro seja, literalmente, um elefante.

11. Sexo com elefantes é ilegal. Não faça isso.

12. Se masturbar enquanto está usando o preservativo pode ajudar a pessoa a se acostumar a colocar ele antes do sexo.

13. Tamanho não é documento. Isso não é um fator importante para a maioria das pessoas.

14. Na verdade, muitas pessoas com o pênis mais larguinho tem problemas na hora de fazer sexo com o parceiro sem machucá-lo. A largura comum da vagina é de 6 a 8 centímetros quando dilatada (3-4 centímetros quando não dilatada).

15. Sua primeira vez não vai ser quase, definitivamente, grandes coisas. Mas isso é okay!

16. Herpes e o  piolho-da-púbis ainda podem infectar o preservativo se os testículos entrarem em contato com a vulva.

17. Somente uma em cada três pessoas podem ter orgamos via penetração vaginal. Você não tem um problema ou algo assim.

18. Pessoas com pênis podem ter orgasmos sem ejacular.

19. Os músculos da vagina podem ficar tensos e causar dor quando penetradas com algum brinquedo, pênis ou ob. Isso se chama vaginismo e os tratamentos são terapias e uso de medicamentos para ajudar os músculos a relaxarem.

20. O número de parceiros que você já teve não te define.

21. Uma dieta em que a pessoa come muita carne pode fazer com que o liquido ejaculatório tenha um gosto ruim. Frutas muito doces (como abacaxís) ajudam a combater isso, para algumas pessoas. No entanto, devido a quimica do corpo, medicamentos, essa solução pode não funcionar.

22. Dental dams (confesso que não sabia o que era, clica aqui pra ler) podem tornar o sexo oral de uma pessoa com uma vulva ser mais seguro. Uma alternativa para quem não tem acesso ao dental damn é cortar o final de uma camisinha num tamanho grande.

23. O clitóris tem mais de 8,000 terminações nervosas. Isso é duas vezes a mais do que as de um pênis. Então, vá devagar enquanto não tem confiança o suficiente para fazer o contrário.

24. Não é preciso parar o sexo caso alguém ejacule. Retire o preservativo ou limpe qualquer bagunça e continue até que todo mundo esteja satisfeito

25. Comunicação é o fator número um para fazer um sexo satisfatório, ter uma vida sexual mais saudável.

26. O hímen não é um osso e não quebra. Ele é formado por membrana mucosa que se estica. Essa membrana se parte, o que pode levar a dor e sangramento. No entanto, sexo da primeira vez (e sempre) não pode machucar. Vá devagar e se concentre nas preliminares para aumentar a lubrificação natural.

27. A sexualidade se desenvolve naturalmente para muitas pessoas. Não se preocupe com as "regrinhas, rótulos". Explore livremente e conheça seus interesses sexuais e românticos.

28. O orgasmo libera hormônios que são anestésicos naturais. Por isso, algumas pessoas quando estão menstruadas se masturbam quando estão com cólica. O corpo naturalmente alivia um pouco a dor depois de um orgasmo.

29. Os hormônios liberados também explicam o porquê de algumas pessoas chorarem ou ficarem emotivas depois de um orgasmo intenso.  É totalmente normal.

30. Existem infinitas perversões no mundo. Contanto que elas sejam seguras e consensuais, não há nada de errado com elas.

31. Medicamentos e distúrbios na sua saúde mental podem atrapalhar o seu desejo sexual. Converse com um médico se o seu desejo sexual aumentou ou baixou de repente depois de ter começado a tomar alguma medicação—podem existir alternativas.

32. Não tem nada de afeminado ou gay em curtir alguma brincadeirinha anal. A maioria dos homens que tentam isso, gostam da sensação na área. Pessoas com pênis também tem um "ponto p—prostata" e ela pode ter orgasmos intensos com penetração lá atrás.

33. Sempre use muita lubrificação para evitar algum ferimento vaginal ou anal.

34. Fazer xixi depois do sexo reduz o risco de uma infecção urinária em pessoas com pepecas.

35. Não tem nada de errado em gostar de sexo casual se você estiver seguro das suas intenções e não procura, de forma maliciosa, machucar os outros.

36. Existem preservativos em diversos tamanhos! Ela nunca deve ficar largona ou apertada demais.

37. Ser uma pessoa sex positive não significa que todo mundo precisa gostar de sexo. O movimento apenas promove a felicidade e que as pessoas explorem ou não, a sua sexualidade.

38. Pornografia não é um guia educacional pro sexo. 

39. Algumas posições são melhores que as outras. Alterne entre elas até encontrar o que funciona para você e seu(s) parceiro(s).

40. Preservativos tem mais chances de estourar se você não deixar um espaço na ponto para ejacular.

41. Os lábios vaginais muitas vezes, não tem o mesmo tamanho. Se seus lábios são grandes, longos, gordinhos, escuros, eles são lindos e não tem nada de errado com seu corpo.

42. Mais de 80% das pessoas com vadjainas podem ejacular com o estímulo do ponto g ou clitóris.

43. Testes de farmácia de marcas pouco conhecidas são tão eficazes quanto daquelas famosas. As vezes eles são até melhores.

44. Usar travesseiros pra elevar o bumbum pode fazer as pessoas com alguns quilinhos a mais, se sentirem mais confortáveis na posição papai/mamãe.

45. Pílula do dia seguinte não funciona em pessoas com mais de 80 quilos. 

46. Existem alternativas seguras pra preservativos e contraceptivos orais. Converse com seu médico para saber as suas opções.

47. Brinquedos eróticos podem abrir um novo mundo para pessoinhas que estão dispostas a explorá-lo.

48. Orgasmos podem ser altamente psicológicos. A maioria das pessoas não conseguem chegar ao clímax se estiverem estressados ou chateados.

49. Pilula anticoncepcional pode fazer a pessoa a ficar sem menstruar ou ter pequenos "vazamentos" entre as menstruações. 

50. Sexo não precisa ser todo gentil se você não quer seja. Existem maneiras saudáveis de explorar o sexo mais selvagem ou mesmo BDSM.

****

Primeiro de tudo, eu traduzi esse texto de um blog que eu sigo no tumblr. Na tradução eu tentei não mexer muito nos adjetivos pra determinar se tô falando de homem ou mulher. Outra coisa, se você tem algo a acrescentar ou discorda de algum ponto, comenta aqui pra gente se esclarecer. Espero que tenham gostado e até o próximo! :*

2 comentários

  1. Amei saber das dicas, na escola esse assunto era proibido isso sim rsrsrs.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir